A organização criminosa utiliza logística portuária de pequenas embarcações pesqueiras e mergulhadores profissionais

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (24), a Operação Tamoios, que tem como objetivo combater o tráfico internacional de drogas, com foco no transporte marítimo. No Espírito Santo, são cumpridos quatro mandados de busca e dois de prisão. 

Aproximadamente 60 policiais federais cumprem 12 mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão, nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Na investigação, que durou cerca de dois anos e contou com o apoio da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, a Polícia Federal apreendeu mais de 200 kg de cloridrato de cocaína, 14 veículos de luxo, 6 imóveis de alto padrão em Guarapari e no Rio de Janeiro, além de R$ 827.000,00 em espécie, até o momento.

A investigação apurou que a organização criminosa utiliza logística portuária de pequenas embarcações pesqueiras e mergulhadores profissionais. 

Os investigados, usando o subterfúgio da pesca artesanal e do mergulho, realizam de forma organizada o transporte de grandes carregamentos de cloridrato de cocaína para o Porto de Rotterdam, na Holanda.

A maioria dos integrantes da organização criminosa, que operavam em conjunto com organizações transnacionais, são do Rio de Janeiro e transportavam a droga até Espírito Santo, de onde embarcavam para a Europa.

Chefão do tráfico de drogas é preso em casa luxuosa 

No dia 10 de agosto, a Polícia Federal no Espírito Santo deflagrou a Operação Párvulo, que tem como objetivo combater o tráfico de drogas interestadual e desmantelar uma organização criminosa que atua em quatro Estados.

Foram cumpridos doze mandados de prisão preventiva, sete mandados de prisão temporária e vinte mandados de busca e apreensão em residências e empresas de Vitória, Guarapari, Conceição da Barra, no Espírito Santo, além de Foz do Iguaçu (PR), Imbituba (SC) e Belo Horizonte (MG).

Também foi determinado o bloqueio judicial de contas bancárias ligadas aos investigados.

A operação contou com a participação de aproximadamente 100 policiais federais, com o apoio do Grupo de Operações com Cães da Polícia Rodoviária Federal.

O objetivo é a obtenção de novos elementos de provas para desmantelar uma organização criminosa dedicada ao tráfico interestadual de drogas que operava em quatro Unidades da Federação.

Fonte Folha Vitória

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui