Janeiro é tradicionalmente o mês das férias. Muitos aproveitam para seguir para o litoral em busca de praias, sol e altas temperaturas. Porém, para aqueles que preferem tranquilidade, contato com a natureza e ar puro, rica gastronomia e tradições dos imigrantes italianos e alemães, Marechal Floriano é o lugar certo.

Localizado a apenas 45 quilômetros de Vitória, há uma altitude de 560 metros, a cidade chama a atenção pelas belezas naturais e histórias preservadas. E com um pouco de sorte dá até para aproveitar um clima mais fresco durante as noites de verão.

Seguindo pela BR-262, até o km 49, é possível conhecer o Zoo Park da Montanha, referência turística capixaba, que já é destaque nacional e referência na reprodução de animais silvestres. O empreendimento possui mais de 700 animais de 150 espécies e provenientes de mais de 10 países. Entre os animais que podem ser vistos, se destacam: leões, onças, tigres, harpias, macacos, araras, cervos, antas, emus, emas, lobo-guará, flamingo, avestruz, jacaré e outras dezenas de espécies de aves, mamíferos e répteis.

Em direção ao interior do município está o distrito de Araguaia, colonizado por imigrantes italianos no final do século XIX. A vila preservou ao longo de sua história grande parte dos costumes, tradições e o modo de viver dos colonizadores. Hoje, o distrito possui cinco museus abertos à visitação e um acervo particular. Toda essa exuberância cultural garantiu o título da vila como o maior acervo da imigração italiana do Estado do Espírito Santo.

Brasil – ES – Marechal Floriano – Município de Marechal Floriano, Regiao Serrana do Espirito Santo – Foto: Gabriel Lordello/Mosaico Imagem

Toda a história e preservação cultural do distrito têm atraídos visitantes de todo o Brasil e até mesmo de fora do país, como conta a servidora pública do Centro Cultural Ezequiel Ronchi, Rogéria Guimarães.

“Recentemente, nos visitaram um casal de Veneza, na Itália, acompanhados por amigos de Brasília (DF). Também recebemos outros italianos que estavam hospedados em Marechal na casa de um morador da família De Nadai. Eles ficaram encantados com nosso acervo”, conta Rogéria. O Centro Cultural funciona todos os dias da semana, incluindo sábado e domingo. O imóvel, do início do século XX, guarda mais de 1000 peças da imigração italiana.

Além dos museus, o município de Marechal Floriano conta com uma diversidade de pousadas, opções de hospedagens e restaurantes ao longo da BR-262 e também nos distritos do interior. Vale a pena conhecer e se encantar com Marechal Floriano, a “Cidade das Orquídeas”.

Fonte Montanhas Capixaba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui