Com diversas dificuldades e problemas no convívio familiar, Sabrina da Conceição dos Santos (30), saiu de casa em Vila Velha e conheceu as ruas e as drogas. Nas ruas, também encontrou seu parceiro Ronaldo da Silva Rodrigues (37), que via no alcoolismo o refúgio da realidade em que vivia. Uma triste história que parecia fadada ao fracasso.

Há 17 anos juntos, com um filho de 2 meses, o casal conseguiu dar a volta por cima com a ajuda do serviço social do município. Agora, ex-dependentes químicos e longe das ruas, vivem novos sonhos.

Através de um trabalho gradativo, a Prefeitura de Guarapari, por meio Centro Pop, realizou o acompanhamento do casal por meio de seus assistentes sociais e psicólogos com o objetivo de conseguir a reinserção na sociedade.

“O trabalho com população de rua é complexo e desafiador. Um trabalho gradual e de criação de vínculo de confiança. Com Sabrina e Ronaldo, houve um trabalho dedicado para construção do projeto de vida, para superar a situação de rua. O mérito é dos dois que desejaram tomar essa decisão. Estamos no serviço trabalhando de formiguinha, para chegada desse momento, que também requer continuidade do acompanhamento, pois o processo de superação da situação de rua, é gradual”, Maiana Coutinho dos Santos, Assistente Social

Ao longo de 2019 a equipe do Centro Pop intensificou os trabalhos psicossocial com Sabrina e Ronaldo, sensibilizando-os para a necessidade do tratamento junto ao Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, com uma equipe multiprofissional que realiza atendimento às pessoas com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas.

Já neste ano, Sabrina precisou ser novamente internada, de forma compulsória em clínica especializada, para assegurar cuidados com sua a vida e de seu bebê, que nasceu em maio.

Determinado a mudar de vida, Ronaldo abandonou o álcool e passou a trabalhar como ajudante de pedreiro, tendo trabalhado inclusive, nas obras de extensão da Avenida Paris.

Hoje, Sabrina e Ronaldo vivem com dignidade, cuidando de seu filho e seguem recebendo todo o apoio e auxílio necessário pela Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania, através da equipe do Centro Pop.

O novo objetivo do casal é conseguirem um emprego de carteira assinada e conseguirem a sua casa própria.

“Eu agradeço muito, principalmente a Deus, por sem ele nada é possível. Agradeço também a toda a equipe do Centro Pop, que me ajudou muito. Se hoje eu e o Ronaldo estamos bem, é porque eles lutaram por nós. Tenho pessoas abençoadas em minha vida e as meninas do Centro Pop são alguma delas”, disse Sabrina.

Diversos atendimento são feitos todos os dias no Centro Pop, que atende cerca de 40 pessoas oferecidos alimentação, higienização, atendimento de atendimento de assistente social e psicológico para trabalhar o sensibilização e a reinserção dessas pessoas na sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui