O Rio Braço Sul, que atravessa a sede de Marechal Floriano, voltou a ganhar volume de água na manhã deste sábado (08) em virtude das chuvas que caíram na tarde e noite de ontem e durante toda a madrugada nas cabeceiras do manancial. No entanto a velocidade da água não permitiu até o momento uma saída do leito.

Não aconteceu  invasão de quintais e do campo de futebol como ocorreu nas últimas semanas. Moradores próximos da margem do Braço Sul, afirmam que a velocidade da correnteza adquirida pelo rio após a retirada das verdadeiras ‘ilhas’ de pedras, que impediam a passagem normal das águas, principalmente nas épocas de chuva fortes como ocorre na atualidade, as invasões reduziram.

O comerciante Erildo Effgen, que reside na Rua Valdemar Mees, onde o rio enchia com facilidade, observou de longe a velocidade da correnteza e ficou tranquilo. “Com a chuva de ontem (07) nas regiões anteriores a Marechal Floriano não haverá perigo de cheia”, disse.

 O morador José Schneider, que residia no Bairro Poço Fundo e atualmente na sede, comenta que o perigo das chuvas fortes com a água enlameada entrarem nas casas como anteriormente é muito improvável. “A correnteza arrasta rapidamente a água que vem das regiões onde choveu bastante durante a noite e madrugada”, disse.

O comerciante Guerino também está tranquilo, apesar de possuir um estabelecimento comercial próximo da margem do Braço Sul do Jucu. “Com a chuva dos últimos dias não registramos prejuízos e certamente agora não deverão acontecer porque a água passa em frente e com extrema com velocidade”, disse.

Fonte – Montanhas Capixaba – Texto: Roberly Pereira / Foto: Roberly Pereira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui